segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Poejos

 A ribeira de vide









A areia da ribeira

 O sitio dos poejos

 Os poejos plantados na areia, com plástico por baixo para manter a humidade

 Agora é só esperar que cresçam e depois utilizar em licores e culinária alentejana.

Sem comentários:

Enviar um comentário